Campanha #MinhaDorImporta volta com videoclipe manifesto na Semana Internacional da Mulher

Sucesso no ano passado, a campanha conta com a composição, interpretação e canção autoral da Larissa Nunes, a Larinu, mostrando o quanto as dores enfrentadas pelas mulheres importam e merecem compreensão e respeito.

0
414
SB post

O insight veio quando percebemos que as pessoas não dão tanta atenção, cuidado e respeito às dores da menstruação quanto outros tipos de dores.

Um ano após o início do movimento #MinhaDorImporta, que colocou mulheres reais falando das dores de ser mulher nos trending topics, neste mês a campanha retoma com tudo para, mais uma vez, dar voz a um assunto tão importante, presente e, ainda, menosprezado por muitos: as dores das cólicas menstruais. “Para de frescura!’”; “Isso não é doença!”. Estes são alguns dos relatos de quem sofre com cólicas menstruais e que não para a vida por isso. A expectativa é unir e incentivar o público feminino a compartilhar histórias em que foram incompreendidas ou, simplesmente, ignoradas por se tratar de algo reconhecido como sem importância, transformando o tema, principalmente, em educação.

#MinhaDorImporta é, antes de qualquer coisa, a conscientização da empatia. A iniciativa, que parte da marca Buscofem, medicamento indicado para o alívio das cólicas e de outras dores menstruais¹, é uma campanha de impacto que utiliza mulheres fortes como um sensível instrumento de aproximação para entender um assunto tão presente no dia a dia feminino, a dor menstrual. “O insight veio quando percebemos que as pessoas não dão tanta atenção, cuidado e respeito às dores da menstruação quanto outros tipos de dores. A consequência disso são os recorrentes comentários desrespeitosos que as pessoas que sofrem dessas dores escutam constantemente”, ressalta Fernando Martins, diretor de unidade de negócio de Buscofem no Brasil.

A hora é de não apenas se aproximar de assuntos ligados a cidadania de maneira pontual, mas, utilizar o reconhecimento da marca como plataforma para dar voz ao que ela defende. A ideia foi desde o início criada e desenvolvida pela agência de comunicação digital Capuccino que, para uma proposta de maior aprofundamento, a fim de combater as simples percepções, contou com a participação da Sophia Mind para realização da pesquisa. “Para dar continuidade à campanha, resolvemos ir mais fundo no assunto. Para isso, entendemos que era preciso ouvir o que as pessoas têm a relatar sobre as dores que vem com a menstruação”, explica Vitor Elman, vice-presidente de criação e sócio da Cappuccino Digital.

Os dados da pesquisa encomendada pelo Buscofem resultaram no novo manifesto #MinhaDorImporta (https://www.youtube.com/watch?v=v7Gme0EhEDg). Um videoclipe embasado por estudos reais, que irá ao ar no dia 06/03, misturando informação com música e arte, produzido pelo IdeaFixa. “Ao longo de toda a trajetória da campanha, sempre foi dada a preferência para mulheres na estratégia, concepção, liderança e operação do projeto.”, ressalta Elman. Para tanto, a cantora escolhida para a ação foi a Larinu, que de maneira envolvente, compôs e interpretou uma canção autoral sobre o tema “Minha Dor Importa”, como um convite à viralizar o debate. A equipe também traz a ilustradora Marcella Tamayo que compôs os elementos gráficos do filme, abraçando a sensibilidade, identificação e compreensão que a mensagem procura passar.

Com o intuito de uma mensagem distribuída de maneira efetiva, proporcionando interação e estimulando debates, além do filme, as informações recolhidas também serão compartilhadas no site e redes sociais da marca. Pelo mesmo motivo, fora as campanhas de conscientização, Buscofem busca, constantemente, ser referência em dores menstruais, não apenas oferecendo um produto que alivia as cólicas, mas proporcionando conhecimento que ajuda as mulheres a passarem por seus períodos menstruais. A marca possui centenas de conteúdos informativos e até mesmo um aplicativo para ser mais um apoio a convivência com o que existe de mais real, a menstruação sem tabu.

Website: http://www.buscofem.com.br/minha-dor-importa

Publicidade

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Digite seu comentário!
Digite seu nome