São Bernardo lança programa para proteger gestantes contra o Aedes Aegypti

0
287
SB post

Prefeito Orlando Morando confirmou ação preventiva, nesta quarta-feira (07/03), no anfiteatro do Hospital Municipal Universitário (HMU)

Com o olhar específico para proteger as gestantes e seus futuros bebês, a Prefeitura de São Bernardo lançou, nesta quarta-feira (07/03), o programa “São Bernardo Contra a Dengue – Cuidado especial com as Gestantes”. O prefeito Orlando Morando fez o anúncio ao lado do secretário de Saúde, Dr. Geraldo Reple, no anfiteatro do Hospital Municipal Universitário (HMU).

Uma operação foi montada pela Secretaria de Saúde para atuar de maneira preventiva a saúde das futuras mamães contra o mosquito Aedes Aegypti. A partir de agora, essas mulheres devem notificar a gestação logo nos primeiros meses, nas Unidades Básicas de Saúde (UBS). Elas receberão uma visita dos Agentes de Controle de Endemias, que realizarão uma vistoria em sua casa e no bairro em que mora para localizar e eliminar os focos do mosquito.

O prefeito Orlando Morando, explicou que esse é um projeto inovador e focado na qualidade de vida da gestante e de seus bebês. “Montamos um protocolo eficiente, faremos um bloqueio de um raio de 500 metros da casa e do trabalho dessas mulheres. Nosso principal objetivo é impedir que essas futuras mamães tenham qualquer contato com o Zika vírus”, disse Morando.

O anúncio ocorreu em meio a uma série de ações que a Prefeitura irá fazer diretamente as mulheres no decorrer deste mês de março em que se celebra o Dia Internacional da Mulher. “Estamos constantemente criando programas de prevenção para várias doenças. Essa semana, todas as 34 Ubss estão abertas para realizar exames preventivos em todas as mulheres, sem necessidade de agendamento prévio. Essa gestão está devolvendo o respeito e a qualidade de vida para os moradores da cidade. Investimentos como esse mostram que melhorar a saúde pública é a nossa principal prioridade”, acrescentou o prefeito.

O secretário da pasta de Saúde, Dr. Geraldo Reple, salientou que todos os profissionais do setor estão envolvidos no novo projeto. “Realizamos um treinamento para exemplificar o projeto a todos. Vamos misturar os agentes comunitários com os agentes de controle de endemias, eles irão trabalhar em parceria para atender as 3 mil gestantes que realizam o pré-natal no município. Estamos evitando que as pessoas fiquem doentes e essa é a melhor forma de prevenção” explicou Reple.

Moradora do bairro Jardim Silvina e grávida de 6 meses, Shirley Francine da Silva, comemorou a iniciativa da prefeitura. “Desde que descobri que seria mãe, pela segunda vez, passei a me preocupar ainda mais com esse mosquito e principalmente com a zika. Passei a me proteger, mas sempre tive medo, afinal não sabia se o meu vizinho estava fazendo o mesmo. Agora, com esse programa, tenho certeza que eu e as outras gestantes estaremos protegidas”, celebrou.

Por:  Gabriela Maria

Publicidade

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Digite seu comentário!
Digite seu nome