Cia de dança de Cubatão participa do ateliê internacional da dança

Evento aconteceu em Campos do Jordão e reuniu artistas de todo o Brasil. É realizado pela São Paulo Companhia de Dança

0
541
SB post

Bailarinos e equipe técnica da Cia de Dança de Cubatão, um dos Corpos Estáveis da Secretaria Municipal de Cultura, participaram de um evento que reuniu artistas de todo o Brasil com o objetivo de buscar a excelência: o 3º Ateliê Internacional São Paulo Companhia de Dança. Este ano, as oficinas e palestras aconteceram em espaços culturais de Campos do Jordão. Voltado para bailarinos profissionais e em formação, professores e estudantes de jornalismo e fotografia, o evento durou cinco dias, terminando esta semana.

Participaram os bailarinos Lucas Maia, Isabela Maria e Isabella Oliveira, além de Vanessa Toledo, diretora artística da Cia. Vanessa esteve na condição de professor-ouvinte e pode acompanhar as aulas, integrando conversas sobre dança, metodologia e criação, além de aulas práticas. Personalidades do cenário da dança nacional e internacional fizeram parte do corpo docente como Ady Addor, Eva Schul, Edson Araya, Edson Santos, Sérgio Rocha, Carlos Eduardo Pereira da Silva, Gisele Santoro e Inês Bogéa.

Já os bailarinos participaram de aulas de balé, jazz e dança contemporânea, com oficinas e processo de montagem coreográfica, com atividades de pesquisa, fomento e formação de profissionais da dança por meio de um estudo teórico-prático de técnicas de dança (clássica e contemporânea) e de métodos necessários à formação.

Momento especial acontece durante performance dos bailarinos-alunos no jardim do Museu Felícia Leirner, em Campos, que reuniu mais de 120 artistas, professores e mestres da dança. Os participantes se reuniram em momentos de descontração.  Variedade de ritmos como o baião e forró animaram a apresentação, prestigiada por visitantes e turistas.

“Foi uma experiência incrível para todos nós. Aprender novas técnicas com grandes nomes da dança é muito bom para quem já é formado e para outros bailarinos em processo de profissionalização”, afirmou Toledo. O Ateliê Internacional é uma realização do Governo do Estado de São Paulo e Secretaria de Estado da Cultura via ProAC (Programa de Ação Cultural), Associação Pró-Dança e São Paulo Companhia de Dança.  O Ateliê tem patrocínio de O Boticário Na Dança, Escala 7 Editora Gráfica e Vedacit, com parceria com Instituto CPFL e ACAM Portinari (Associação Cultural de Apoio ao Museu Casa de Portinari), e apoio da Capezio.

Texto: Morgana Monteiro – Mtb 29.202

Publicidade

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Digite seu comentário!
Digite seu nome