Vila dos Idosos completa 10 anos, mas Casas de Repouso ainda lideram a preferência da 3ª Idade

Modelo voltado para pessoas com baixa renda foge ao padrão, enquanto casas tradicionais seguem fazendo sucesso

0
4946
SB post

Devido a história pessoal que envolveu sua fundação, a Casa Morada Primavera tem foco na humanização dos seus hóspedes.

Em 2007, uma iniciativa aparentemente inédita no país tomou forma no limiar entre a zona norte e o centro da cidade de São Paulo. Trata-se da Vila dos Idosos, nome de batismo dado ao projeto encabeçado por Dona Neide Duque Silva, importante liderança do movimento por moradia. Foi Dona Neide que mais batalhou, durante 12 anos, para que, num agosto há 10 anos atrás, fosse inaugurado o projeto da Vila dos Idosos no bairro do Pari.

A Vila propõe um modelo alternativo para as pessoas que chegam à terceira idade. Ao contrário das casas de repouso tradicionais, neste condomínio as pessoas não contam com o auxílio de especialistas, como cuidadores, fisioterapeutas ou médicos. Idosos e idosas zelam por si próprios, e um do outro, nas mais de 140 unidades com sala, cozinha e banheiro — quitinetes ou com um quarto, cada.

A moradia tem parte de seu aluguel subsidiada por programas públicos da Prefeitura, sendo necessária a inscrição dos interessados na Cohab. A Vila é exclusiva para pessoas acima dos 60 anos, que tenham até três salários mínimos de renda comprovada. Classificado como “locação social”, o residente tem de contribuir com 10% dos seus rendimentos como aluguel, além de pagar o condomínio no valor de R$35.

Casas de Repouso Tradicionais: Morada Primavera
Apesar da década completada pela Vila dos Idosos, seu modelo alternativo não consegue alcançar o mesmo sucesso que as casas tradicionais. Casas de repouso que funcionam sob o chamado modelo padrão seguem liderando as opções da maioria das famílias.

É o caso da Morada Primavera, que por mais tradicional que possa ser considerada, ainda passa longe do padrão do segmento. Devido a história pessoal que envolveu sua fundação, a Casa Morada Primavera tem foco na humanização dos seus hóspedes.

Tudo começou quando a matriarca da família Crippa, Dona Bianca, sofreu um AVC, forçando sua filha e neto a procurarem um lugar qualificado o suficiente. Como não encontraram local algum que se encaixasse em suas aspirações, a família Crippa decidiu criar a sua própria casa de repouso.

Enquanto a maioria visa o lucro e atender as regras mínimas impostas pela Legislação, a Morada foge do padrão corporativo empresarial por privilegiar qualidade de vida e experiência pessoal de cada idoso e idosa. Para isso, ela conta com cuidadoras, jardineiro, fisioterapeuta, cozinheiras e até mesmo um músico que agita a casa todas as sextas-feiras.

O importante e mais essencial, segundo seus idealizadores e administradores João e Bete Crippa, é proporcionar o máximo de qualidade ao tempo das pessoas. E nessa empreitada eles não planejam poupar esforços — recentemente, a Casa Morada Primavera dobrou de tamanho, além de reformar suas instalações para melhor atender à demanda.
Casa Morada Primavera

Website: http://casaderepousomoradaprimavera.com

Publicidade

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Digite seu comentário!
Digite seu nome