Como ter um marketing eficaz no Instagram?

Hoje, de acordo com dados da própria rede, são mais de 800 milhões de usuários ao redor do mundo que postam imagens, stories, vídeos, curtem as postagens e deixam os seus comentários. Esses números ultrapassam o Twitter que hoje está na marca 400 milhões de usuários.

0
358
SB post

O Brasil está entre os 5 países que mais usam o Instagram. O perfil da rede é equilibrado entre homens e mulheres e com a maioria dos usuário com um bom potencial de consumo. Veja alguns números interessantes.

• 53% são mulheres e 47% são homens.
• 67% estão entre os 18 a 34 anos.
• 95% dos usuários possuem conta no Facebook e/ou Twitter.
• 70 milhões de fotos e vídeos são postados todos os dias.
• 1.2 bilhões é o número de curtidas diárias.

Se a sua empresa tem interesse nesse perfil de usuários, já chegamos a um bom passo para definir se vale uma presença lá ou não.
O sócio-diretor da agência Spotlight Comunicação e Especialista em Marketing Digital, Filipe Brandão, diz que outro passo importante é entender como o público usa a rede. No caso do Facebook e Twitter, é comum encontrar pessoas que buscam informações (além de páginas de notícias, é comum blogs e comunidades técnicas de diferentes áreas terem grande audiência), enquanto no Instagram isso não costuma acontecer. O apelo é bastante visual e é preciso entender que tipos de objetivos da sua empresa casam melhor com a forma que a rede é usada.

Na Spotlight Comunicação (agência dirigida por Filipe Brandão), por exemplo, tem a preocupação de sempre fazer um estudo com o cliente, colhendo as informações mais importantes para montar estratégias eficazes. Em sua cartela de clientes dividida entre celebridades e empresas de grande, médio e pequeno porte, 70% são do segmento de saúde, estética e beleza. Para fidelizar seguidores e gerar engajamento, é eficaz moderar as propagandas e engrandecer o perfil com conteúdos que irão aumentar o conhecimento da pessoa. Publicações com Antes e Depois, Benefícios, malefícios, dicas e sorteios são as ações mais indicadas. A intenção é mostrar o excelente profissional para que o seguidor sinta a confiança de contrata-lo, segundo Brandão.

Para bares e restaurantes, no entanto, o caminho já é outro. Eles conseguem mostrar os pratos, as pessoas que frequentam o lugar, os flyers de próximos eventos e assim conseguem usar o Instagram para aguçar de forma muito natural.

Para loja de produtos que falam de moda é interessante trabalhar um marketing espelho. Mostrar para o seguidor como ele ficará contente com aquele produto e sempre mostrar atualidade no ramo. O mesmo funciona para demais produtos, o que irá variar é a conversação.

“O mais importante é adequar a sua mensagem ao meio. É preciso tentar entender a intersecção entre os objetivos da sua empresa e o que pode ser feito por meio de imagens e vídeos que sejam interessantes para esse público. Em alguns casos isso é óbvio, para outros nem tanto, e em alguns ainda a rede teria pouco sentido. Não existe uma resposta pronta e sim uma interpretação de cada negócio!”, afirma o especialista.

Para chegar a essa interpretação, ajuda muito conhecer e pesquisar de fato os seus diferentes públicos, analisar a forma como as empresas do seu mercado e de outros estão utilizando a rede e colocar a criatividade para funcionar encontrando maneiras de casar tudo com o interesse da sua empresa.

O que é melhor para empresas, Facebook ou Instagram?

Talvez sua empresa tenha uma página no Facebook e você pense que isso já é o suficiente como estratégia de Marketing Digital. A questão é que essas duas redes sociais podem trabalhar de forma complementar, trazendo diferentes contribuições para o seu negócio. Estar presente em uma não exclui a possibilidade de também estar presente na outra. O Instagram é uma ferramenta mais voltada para fortalecer a marca e gerar resultados. O engajamento é alto, pois é prático, não desvia a atenção do cliente com links e muito conteúdo. A ferramenta ficou ainda mais eficaz com a opção de link nos stories e o Instagram Shopping. O Facebook e o Instagram aceitam publicações patrocinadas. Aliás, no Facebook, essa é a única forma de obter resultados. Com um valor próximo a R$ 1.000 em patrocínio, é possível alcançar algo em torno de 200 mil a 400 mil pessoas. É uma relação custo versus benefício muito justa. Nenhuma outra mídia oferece tanto alcance por um custo tão baixo. No Instagram essa é uma ferramente recente, que anda no mesmo caminho que a do Facebook.

Siga as dicas do especialista Filipe Brandão nas redes sociais.

Website: https://www.instagram.com/filipbrandao

Conheça o portal de anúncios Será que Tem?

Publicidade

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Digite seu comentário!
Digite seu nome