Como destacar a empresa sem precisar ficar competindo por preço?

Como é possível destacar a empresa e aumentar o faturamento sem precisar brigar por preço? Confira as três dicas a seguir.

0
277
Como destacar a empresa sem precisar ficar competindo por preço?
SB post

Se os empreendedores já estavam trilhando um caminho de muita competitividade, depois da crise o número de empresas (principalmente as de pequeno porte) aumentaram consideravelmente. Segundo dados do Sebrae, 11 milhões de empresas foram criadas no país nos últimos anos por pessoas que precisavam de trabalho.
O percentual de novas empresas (de até 3,5 anos) pulou de 29% em 2014 para 43% em 2015. Muitas pessoas usaram o valor da indenização e iniciaram um novo negócio. Isso é excelente para a economia, mas acaba tornando a competição ainda mais acirrada.

Em tempos de muita concorrência e para fugir da competição puramente focada no preço, a pergunta mais ouvida é “como destacar a empresa?”. Como é possível empreendedores de pequeno e médio porte conseguirem obter bons resultados e aumentar o faturamento sem precisar brigar por preço?

Seguem algumas dicas para ajudar nessa empreitada. Confira a seguir.

Definir bem a marca
A maior é o maior patrimônio de uma empresa. Por que isso? Segue um exemplo prático. Existem diversas lojas de roupa. Algumas mais caras, outras mais baratas, outras com valores absurdos. É possível afirmar que algumas dessas lojas possuem, inclusive, a mesma qualidade em questão de tecidos, corte, estilo e etc. Por que todas vendem? Como uma consegue se destacar mais que as demais? É simples! Marca construída.

O que significa construir uma marca?
Quando uma organização constrói seu nome no mercado, ela acaba se destacando por outros atributos. Essas outras características fazem com que o consumidor se preocupe menos com o preço e foque em outros aspectos.  No caso das roupas, as pessoas acabam escolhendo a loja A em detrimento da loja B pela imagem que a loja A passa.

Em outras palavras: a loja A pode se apresentar como uma marca mais aventureira, focada no off road. As roupas, nesse sentido, estão direcionadas para aquelas pessoas que gostam de ir para o meio do mato. A loja B pode ter blusas e bermudas muito semelhantes à loja A, mas se posiciona como grife de luxo. Podemos ver estampas, cores, estilos e preços semelhantes, mas o público que escolherá a loja B é completamente diferente daquele que escolherá a loja A.

Como destacar a empresa construindo a marca?
Continuando o exemplo das lojas de roupa. Quem escolhe a loja B quer emprestar para si o estilo aventureiro. De um jeito bem inconsciente, totalmente emocional, o consumidor entende que, ao se vestir com as roupas dessa loja, seus conhecidos o enxergarão como uma pessoa que curte esse modo de vida mais off road. Desse modo, ele “pega” a marca construída pela loja para construir sua “própria marca” pessoal.

Nesse sentido, é imprescindível construir a marca, a identidade da empresa. Quanto melhor definidas forem as características, mais clientes vão sentir vontade de “emprestá-las” da organização.

Conhecer os clientes
Para construir a marca de maneira apropriada é preciso conhecer os clientes. Se a empresa já está operando, é preciso verificar quem são seus consumidores habituais.

Qual o perfil desse público? Idade? Gênero predominante? Estilo? Quais são os hobbies dessas pessoas? Qual o comportamento de compra desses indivíduos?

O objetivo é conhecer o cliente tão bem quanto ele fosse um membro da família. Conhecer seus gostos, suas necessidades, vontades e tudo mais que influencia na compra.

Interagir com seu público
É preciso criar um relacionamento a longo prazo com os clientes, só assim eles entenderão que não precisam comprar da concorrência.

Como destacar a empresa e criar um relacionamento a longo prazo?
O primeiro passo é verificar os assuntos que podem ser interessantes para o target. Os clientes gostam de dicas? Ou eles preferem estar atualizados das novidades do seu segmento? Publicar assuntos interessantes para o público nas redes sociais ajudará a gerar engajamento com a marca.

Se uma empresa vende macarrão e notou que seus clientes sempre voltam depois para comprar molho de tomate, que tal criar um sistema que os ajude a lembrar de comprar o molho junto? Isso é relacionamento.

Se no mês de maio são vendidos mais vestidos da cor amarela? Que tal criar uma promoção e enviar um email marketing avisando que essa peça está com um preço bacana?

Esses são só alguns insights, mas existem diversas formas de criar um relacionamento duradouro com o público.

Caso esteja complexo ou difícil de executar as sugestões citadas acima, a EntreLinhas, uma assessoria de marketing focada em pequenas e médias, pode auxiliar. Envie um email para contato@entrelinhasmarketing.com.br para saber mais.

Website: http://www.entrelinhasmarketing.com.br

Conheça o portal de anúncios Será que Tem?

Publicidade

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Digite seu comentário!
Digite seu nome