Golfinhos, leões, lobos ou ursos

0
28
Golfinhos, leões, lobos ou ursos
SB post

INTRODUÇÃO

GOLFINHOS, LEÕES, LOBOS OU URSOS é um post que pretende mostrar que cada um de nós temos um relógio biológico que funciona  em ritmos e tempos diferentes.

Trechos extraídos da Parte I do livro “O Poder do Quando” de autoria do Dr. Michael Breus, editora Fontanar, cujas informações podem ser acessadas aqui.

Primeiramente, o Autor faz uma introdução à sua teoria sobre os cronotipos

Toda pessoa tem um relógio biológico mestre tiquetaqueando no cérebro e dezenas de relógios biológicos menores pelo corpo. Mas nem todos os relógios biológicos marcam a mesma hora. Os relógios internos do seu amigo, cônjuge ou filho podem funcionar num ritmo diferente do seu. Isso você já sabe; já viu que algumas pessoas acordam cedo ou não sentem fome na mesma hora que você, ou estão cheias de energia enquanto você está esgotado. Pessoas diferentes se encaixam em classificações diferentes – os chamados cronotipos -, baseadas em suas preferências gerais pela manhã ou pela noite.

Aqui, após discordar de divisões de cronotipos mais tradicionais, o Autor redefine novos cronotipos inclusive com novos nomes

Aqui, após discordar de divisões de cronotipos mais tradicionais, o Autor redefine novos cronotipos inclusive com novos nomes

Decidi redefinir os grupos, elaborar um questionário próprio que levasse em consideração todos os fatores relevantes e também renomear os cronotipos. Os humanos são mamíferos, não aves, e temos comportamento semelhante ao de outros mamíferos que representassem de maneira precisa as quatro categorias como eu as via, e encontrei exatamente o que procurava:

Golfinhos. Os golfinhos de verdade dormem com apenas uma metade do cérebro de cada vez ( por isso, seu sono é denominado uni-hemisférico ). A outra metade fica acordada e alerta, concentrada em nadar e atenta a predadores. Esse nome abrange muito bem os insones: pessoas inteligentes e com sono leve e perturbado. Têm baixo impulso de sono.

Golfinhos
Os golfinhos têm impulso de sono baixo.

Leões. Os leões de verdade são caçadores matutinos que estão no topo da cadeia alimentar. Esse nome abrange pessoas otimistas, matinais, com impulso de sono médio.

Leões
Os leões têm impulso de sono médio.

Ursos. Os ursos de verdade dormem bem, seguem o fluxo e caçam a qualquer hora do dia. Esse nome se adéqua a pessoas brincalhonas e extrovertidas que preferem horários baseados no sol e têm alto impulso de sono.

Ursos
Os ursos têm impulso de sono alto.

Lobos. Os lobos de verdade são caçadores noturnos. Esse nome abrange pessoas extrovertidas, criativas, notívagas e com impulso de sono médio.

Lobos
Os lobos têm impulso de sono baixo.

Em seguida, o Autor define a representatividade de cada um dos quatro cronotipos definidos por ele em relação à população

Golfinhos representam 10% da população. Com sono leve, despertam ao menor barulho para avisar o grupo do perigo.

Leões representam de 15% a 20%. Acordam cedo e cumprem o turno matinal de proteção do grupo, ficando atentos aos predadores ao redor.

Ursos representam 50%. Seu ciclo segue o nascer e o por do sol; eles caçam e se reúnem durante o dia.

Lobos representam de 15% a 20%. Cumprem o turno da noite de proteção ao grupo, dispersando-se quando os leões mais violentos começam a despertar.

Esses quatro tipos não seguem o mesmo biotempo uns dos outros. Por exemplo, o metabolismo de um leão não é igual ao de um lobo, então não faz sentido que os dois se alimentem no mesmo horário. Par obter a saúde e o desempenho ideais, cada tipo tem o seu próprio cronorritmo – ou programação diária.

As características-chave de personalidade, os quatro comportamentos-chave e o padrão/vigília de cada um dos cronotipos, também são definidos pelo Autor.

GOLFINHO

Quatro características-chave de personalidade: cautela, introversão, neurose, inteligência.

Quatro comportamentos-chave: evitar situações arriscadas, almejar a perfeição, tendências obsessivo-compulsivas, fixação por detalhes.

Padrão de sono/vigília: os golfinhos costumam acordar se sentindo pouco revigorados e ficam cansados até o fim da tarde, quando de repente entram no ritmo. São mais alertas tarde da noite e mais produtivos em momentos esparsos ao longo do dia. Tentam cochilar para compensar a falta de sono, mas nem sempre conseguem.

LEÃO

Quatro características-chave de personalidade: discernimento, estabilidade, praticidade, otimismo.

Quatro comportamentos-chave: destacar-se, priorizar a saúde e o condicionamento, buscar relações positivas, planejar.

Padrão de sono/vigília: os leões acordam alertas ao nascer do sol ou até antes, começam a se sentir cansados no fim da tarde e pegam no sono facilmente. São mais alertas ao meio-dia e mais produtivos pela manhã. Os leões quase nunca cochilam, porque preferem fazer algo útil.

URSO

Quatro características-chave de personalidade: cautela, extroversão, simpatia/descontração, mente aberta.

Quatro comportamentos-chave: evitar conflitos, buscar uma vida saudável, priorizar a felicidade, valorizar a zona de conforto.

Padrão de sono/vigília: Os ursos acordam zonzos depois de apertar o botão de soneca uma ou duas vezes, começam a se sentir menos cansados do meio até o final da tarde e dormem profundamente, mas não tanto quanto gostariam. São mais alertas entre o meio da manhã e o começo da tarde e mais produtivos no fim da manhã. Os ursos tiram algumas horas de cochilo no fim de semana no sofá.

LOBO

Quatro características-chave de personalidade: impulsividade, pessimismo, criatividade, mau humor.

Quatro comportamentos-chave: assumir riscos, priorizar o prazer, buscar a novidade, reagir com intensidade emocional.

Padrão de sono/vigília: os lobos têm dificuldade para acordar antes das nove horas da manhã ( até conseguem acordar, mas nem sempre de bom humor ), ficam zonzos até o meio-dia e só se sentem cansados depois da meia-noite. São mais alertas às sete horas da noite e mais produtivos no fim da manhã e da tarde. Consideram os cochilos tentadores, mas, se dormirem durante o dia , não conseguirão dormir à noite. Não vale a pena.

A adequação ao cronotipo de cada um de nós em 80% do tempo já é de grande valia, segundo o Autor

Ainda não sabe qual é o seu cronotipo? Escolha aquele que parece se adequar a você em 80% do tempo, depois, pergunte ao seu cônjuge, pai ou um amigo próximo ( nem sempre nos vemos como realmente somos ), confie na palavra dessa pessoa e vá em frente. Depois de uma semana, se você se adaptar ou não, vai saber a qual cronotipo realmente pertence.

Antes de tratar de horários específicos, quero fazer alguns alertas:

Os horários são ideais: Em alguns casos, o ideal pode não ser nada prático. Se partes do cronograma entrarem em total conflito com a sua vida, não se preocupe. Faça o que puder e já verá benefícios. Toda mudança que aproxime você do seu biotempo perfeito é positiva.

Os horários são biológicos: Eles representam o que seu corpo quer, mas talvez não representem o que a sua mente quer. A maioria de nós não gosta sequer da ideia de horários predeterminados. Nossa mente quer liberdade, e nada mais limitador do que um cronograma. Em vez de encarar isso como algo restritivo, pense que é uma forma de você ter possibilidades ilimitadas. Lembre-se de que a verdadeira liberdade significa ter energia para dar e vender ( sem o fardo dos quilinhos extras ), boa comunicação e um sistema imunológico fortalecido. Se, para alcançar essa liberdade, for necessário adiantar ou atrasar o jantar em uma hora ou fazer exercícios mais tarde ou mais cedo, o preço a pagar se torna pequeno.

Finalmente, o Autor afirma que o nosso cronotipo muda com a idade

Então, a resposta à pergunta “ dá para mudar o cronotipo?” é não.

No entanto, seu cronotipo pode e vai mudar sozinho com a idade. Os bebês costumam ser leões. Os adolescentes, lobos. Os adultos tendem a ser ursos. Os idosos, leões e golfinhos. Você não vai ter o mesmo cronotipo durante toda a vida. Mas, dos 21 ( quando os lobos adolescentes transitam , em sua maior parte, para ursos adultos ) aos 65 ( quando os ursos adultos fazem a transição para golfinhos e leões ) os quarenta anos ou mais que são considerados o auge da vida, seu cronotipo será o mesmo – e você deve entrar no biotempo certo do cronotipo que tem agora, qualquer que seja ele.

VOCÊ JÁ ADIVINHOU QUAL É O SEU CRONOTIPO ?

Em primeiro lugar , para saber mais sobre minhas coletâneas clique aqui.

Agora , se quiser saber mais sobre astrologia clique aqui.

Este texto foi desenvolvido pelo Blog Wilson Rosa.

Publicidade

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Digite seu comentário!
Digite seu nome