Projeto de capacitação de pessoas com deficiência abre inscrições para segundo semestre

Inscrições para oficinas gratuitas vão até 17 de agosto, na secretaria da APAE Santo André. Interessados passam por processo de triagem desenvolvido pela instituição que define o melhor programa para cada aluno. Conheça as etapas!

0
360
Projeto de capacitação de pessoas com deficiência abre inscrições para segundo semestre
SB post

Sucesso no primeiro semestre do ano, o + APAE Inclusão ofertará novas vagas para oficinas de capacitação de pessoas com deficiência. Serão 150 vagas em seis cursos profissionalizantes gratuitos. Os interessados podem se inscrever de 18 de junho a 17 de agosto na secretaria da APAE Santo André, na Vila Guiomar. Após esta primeira etapa, os inscritos passarão por um processo de triagem que definirá a oficina mais adequada para cada aluno.

As oficinas são destinadas a pessoas com deficiência intelectual entre 12 e 17 anos que residam em Santo André. Serão oferecidos programas de capacitação nas áreas de: Panificação, Audiovisual, Informática, Rotinas Administrativas, Artesanato e Corte e Costura. Os alunos interessados podem se inscrever em até duas oficinas, desde que os horários não coincidam. As aulas iniciam em 6 de agosto.

MELHOR ÁREA

O processo de triagem para definição da oficina de cada aluno é dividido em cinco etapas: análise de documentos; análise de laudo médico; entrevista entre a psicóloga e os responsáveis; avaliação psicológica do aluno e definição da oficina entre aluno, responsáveis, psicóloga e coordenadora. Todo o processo é realizado pela equipe multidisciplinar da APAE de Santo André.

Psicóloga da instituição, Maria Aparecida Fernandes Pereira explica que o laudo médico é necessário para avaliar as questões diagnósticas da deficiência do aluno. “O que o médico coloca para mim é importante: qual a deficiência, o SID [Código Internacional de Doenças). Isso me norteia sobre como conversar com aquela pessoa, por exemplo. Depois, eu faço uma avaliação cognitiva e, com testes, é confirmado o nível da deficiência: leve,moderada ou grave”, conta.

Após o laudo médico, há uma avaliação psicológica complementar, que é a entrevista de anamnese. Esta é a principal de todo o processo, pois possui aspectos de interação social, mas é uma conversa unidirecional. Na primeira conversa com os pais é feito o levantamento da “queixa”, como o que trouxe os pais para aquela entrevista, quais são as preocupações, os desejos e as expectativas.

Em seguida, a psicóloga aborda a história do filho. “Como ele andou, falou, o início escolar, como é o comportamento dele em casa, o seu desenvolvimento na área social, se ele consegue manter uma autonomia no comércio local, se ele usa o transporte coletivo sozinho, se ele tem suas rotinas de higiene estabelecidas com independência. Sua rotina de vida, seu lazer, os seus hábitos. E isso para nós é essencial nesse momento. Assim, a gente já vai traçando um perfil dessa pessoa”, destaca Maria. Geralmente, a entrevista dura 40 minutos.

Em princípio quem escolhe a oficina que deseja participar é o próprio aluno. De acordo com a psicóloga, os interessados são direcionados ao curso que possuem mais aptidão, interesse e curiosidade. “O nosso desafio é observar o dia a dia junto ao professor, aos assistentes e à coordenação e avaliar o desenvolvimento de cada aluno. Isso é necessário para poder desenvolvê-lo no seu potencial sempre mais, mesmo que ele precise mudar de oficina. A gente tem que ter esse olhar e essa escuta também”, explica Maria.

OFICINAS

Panificação: planejar e executar o processo de fabricação de pães, do balanceamento ao acabamento final do produto.

Audiovisual: descobrir, desenvolver competências, mesmo que básicas para entendimento, manuseio de equipamentos e processos de fotografia e vídeo.

Informática: formação de alunos capazes de lidar com as novas tecnologias, empregar as utilidades e benefícios do uso do computador como recurso profissional.

Rotinas administrativas: compreender as práticas administrativas das empresas, abordar questões relacionadas às atividades desempenhadas por meio da prática.

Artesanato: transformar a matéria-prima bruta ou manufaturada em produto acabado, com o domínio técnico sobre materiais, ferramentas e processos de produção artesanal na sua especialidade.

Corte e Costura: conhecer a máquina de costura, os diversos tipos de pontos e aprender a fazer barrados, barras, trocar e colocar zíper, pinças, customização e consertos.

DOCUMENTOS PARA INSCRIÇÃO

RG ou Certidão de Nascimento
Documento do Responsável
Comprovante de Residência
Declaração de matrícula escolar
Foto 3×4

+ APAE INCLUSÃO

O principal objetivo do projeto é capacitar jovens com deficiência para o mercado de trabalho e oportunizar uma melhora na qualidade de vida. “Esse projeto coloca a APAE em um patamar de grande visualização na comunidade. Sua efetivação se dará na medida que cada oficina oferecerá aos jovens de todas as possibilidades de aprender, vivenciar e construir. Um aprendizado que o fará capaz de ingressar no mundo do trabalho”, destaca a diretora escolar da APAE Santo André, Valéria Barral.

O + APAE Inclusão busca incentivar a contratação dos beneficiários das oficinas por meio da Lei de Cotas (n°8.213/91), que exige a reserva de 2 a 5% das vagas de empresas para pessoas com deficiência, dependendo do número total de funcionários.Também está prevista a implantação de um departamento que fará o direcionamento dos profissionais capacitados nas oficinas em áreas de sua formação através de parcerias com órgãos públicos e privados.

SERVIÇO

Oficinas de capacitação gratuitas para Santo André
Inscrições pessoalmente na Secretaria da APAE até 28.02
Horário de atendimento: 8h às 11h e 13h às 16h
Endereço: Rua Silveiras, 76, Vila Guiomar, Santo André

Telefone: (11) 4993-3550
Email: apaesa@apaesa.org.br
Facebook: @maisapaeSA
http://apaesa.org.br/
Email: apaesa@apaesa.org.br

O + APAE Inclusão é realizado através do Fundo Municipal da Criança e do Adolescente (FUMCAD) e é apresentado pela Comgás. Possui o patrocínio de Arysta, Brasilcap, Cielo e copatrocínio de CVC, Capitale Energia, Cerâmica Atlas e Grupo Feital – Inox Tech.

Website: http://apaesa.org.br/

Conheça o portal de anúncios Será que Tem?

Publicidade

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Digite seu comentário!
Digite seu nome