Aprenda o que é o Diagrama de Ishikawa e coloque em prática na sua empresa

O Engenheiro de Produção Pedro Parreiras explica tudo sobre o Diagrama e como aplicá-lo em um cenário real.

0
248
SB post

O Diagrama de Ishikawa (conhecido também por Diagrama de Causa e efeito ou Diagrama de espinha de peixe) é uma ferramenta visual para levantar todas as possíveis causas de um problema e assim descobrir quais são as verdadeiras causa-raízes do problema.

Basicamente sua equipe faz um Brainstorm (conjunto de ideias) e levanta todos as possíveis causas de um problema que deseja resolver. Começando pelas causas mais diretas (ossos principais do peixe), até causas secundárias (ossos menores) que acabariam esquecidas se não fosse pela ferramenta.

Quais os benefícios do Diagrama de Ishikawa

Entender melhor como são formados os problemas nos processos;
Levantar e identificar possíveis causas destes problemas;
Definir níveis de importância para cada causa;
Criar um diagrama visual para análise rápida e precisa;
Melhorar processos e produtos;
Descobrir outros pontos de melhoria a medida que desdobra um problema;
Organizar as ideias da sua equipe em um só lugar.

Como fazer um Diagrama de Ishikawa

1. Defina o problema ou risco que será analisado no Diagrama de Ishikawa
Para começar a montar o seu diagrama você precisa selecionar um problema a ser resolvido ou um risco a ser evitado. Uma dica que eu dou é sempre evitar ser muito genérico ao escolher seu problema, já que será mais difícil de resolvê-lo de fato.

2. Crie a espinha de peixe com os espaços para as causas
Monte o seu diagrama usando um modelo ou em uma folha de papel grande.

O desenho começa com a cabeça do peixe, que é o problema a ser resolvido e deve ter uma seta horizontal no meio. Para ser o corpo do peixe.

A partir dessa linha principal você irá fazer linhas menores para cima e para baixo para determinar as possíveis causas do problema. Deixe para fazer essas linhas após o passo 3, já que você saberá quantas linhas irá precisar.

3. Faça uma reunião com sua equipe
Com o problema definido e o esqueleto desenhado, chame a sua equipe e faça um brainstorm para levantar todas as ideias de prováveis causas que estão gerando o problema.

4. Divida as causas do problema por categorias
Agora chegou a hora de puxar as linhas adicionais para cima e para baixo (formando a espinha do peixe) e dividir as possíveis causas do problema em categorias.

5. Defina as subcausas
Com as causas principais definidas, agora chegou a hora de adicionar linhas horizontais as linhas que você havia puxado para cima e para baixo. Nelas serão escritas as subcausas.

6. Faça uma análise completa e defina ações
Agora que você está com o seu Diagrama de Ishikawa (ou diagrama de causa e efeito ou diagrama de espinha de peixe) desenhado e preenchido, chegou a hora de analisar as informações.

veja ainda mais informações em: https://www.nomus.com.br/blog-industrial/diagrama-de-ishikawa-causa-e-efeito-espinha-de-peixe/

Website: https://www.nomus.com.br/blog-industrial/diagrama-de-ishikawa-causa-e-efeito-espinha-de-peixe/

Conheça o portal de anúncios Será que Tem?

Publicidade

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Digite seu comentário!
Digite seu nome