Osasco valoriza diversidade e promove ações para inclusão de vulneráveis no mercado de trabalho

0
267
SB post

Por meio do programa Osasco Integra, a Prefeitura de Osasco, por meio da Secretaria de Desenvolvimento, Trabalho e Inclusão (SDTI), realizou este ano 216 atendimentos, que resultaram em 79 convocações e 27 encaminhamentos para o mercado de trabalho formal. Entre os beneficiados, 25 são imigrantes/refugiados, uma pessoa vivia em situação de rua e outra em situação de drogadição.

Criado em 2017 com o objetivo de ampliar o atendimento  social na cidade, de forma que abrangesse pessoas em situação de exclusão e de alta vulnerabilidade, o programa atende jovens em cumprimento de medidas socioeducativas e/ou em serviço de acolhimento; população em situação de rua; mulheres vítimas de violência doméstica; população LGBTTI; imigrantes e refugiados; egressos do sistema prisional; pessoas em situação de drogadição e comunidades tradicionais (indígenas, ciganas, quilombolas etc).

A inclusão se dá através de qualificação profissional e elevação da educação formal por meio de cursos e de parcerias com a iniciativa privada, sensibilizando empregadores quanto às práticas de valorização da diversidade, além do incentivo à criação de empreendimentos voltados à economia solidária (costura, artesanato, alimentação, agricultura urbana e cooperativas de reciclagem).

Tais ações visam fomentar e ampliar o acesso deste público ao trabalho, emprego e geração de renda. Após se cadastrarem no Portal do Trabalhador, os interessados fazem os cursos oferecidos pela SDTI.

Alguns cursos são feitos por meio de parceria, como a que ocorre com a empresa Smart Institute, que oferece 100 vagas na área de informática para os jovens em cumprimento de medidas socioeducativas. As aulas acontecem na sede da própria empresa.

Em breve, o programa receberá um reforço assim que for assinado contrato de parceria entre a Prefeitura e o Senac/Osasco. A instituição oferecerá 600 vagas para cursos de formação profissional, entre os quais panificação, alimentos e assistente-administrativo.

Serviço

Os cursos são ministrados no Portal do Trabalhador do Jardim Santo Antônio (Avenida João de Andrade, 1778), na Casa de Cultura do Jardim Bonança (Rua Dr. Miguel Campos s/nº) e no Centro de Formação dos Professores (Avenida Marechal Rondon, 263, centro). Outras informações podem ser obtidas pelo telefone 3653-1133, ramal 1164.

Texto: Marco Borba
Imagem: arquivo Secom/PMO

Publicidade

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Digite seu comentário!
Digite seu nome