Exposição Cem Anos de Modernismo Brasileiro é aberta na Galeria de Artes de Barueri

0
326
SB post

Após pesquisas sobre a artista Anita Malfatti, que envolveram durante o ano alunos das Oficinas de Artes, professores, artistas plásticos baruerienses e alunos da rede municipal, a modernista foi objeto de estudo e envolveu as modalidades de dança, teatro, música e artes visuais, resultando na exposição “Cem Anos de Modernismo Brasileiro”.

A exposição, que abriga 140 releituras entre pinturas e esculturas e um farto material explicativo contendo textos sobre o conteúdo impresso em banners, foi aberta na quarta-feira (dia 8), na Galeria de Artes do Teatro Municipal de Barueri.

Durante a abertura, o curador da exposição Edgard Santo Moretti destacou que é importante ter um espaço no calendário de eventos da cidade para essa celebração. “Em minha opinião, Anita Malfatti foi a maior artista brasileira, ela venceu a sua deficiência aprendeu a utilizar a mão esquerda, venceu o machismo, e foi uma artista à frente do seu tempo.”

Majo Ferreira participou pintando a obra mais importante de Anita, “O Homem Amarelo”. “Foi bastante emocionante fazer parte deste trabalho, nós como artistas acabamos contando a história e isso é muito gratificante.”

Noel Medrado professor das Oficinas de Artes orientou seus alunos que expõem 10 telas no evento. “Os alunos interagiram bem, alguns não conheciam a Anita Malfatti e o trabalho foi enriquecedor, inclusive as alunas de dança da professora Magda pintaram por conta própria mais 10 telas e ficaram muito boas”.

Uma das obras que pode ser conferida na exposição é a escultura Grupo dos Cinco, produzida pela artista Tânia Britto, obra composta por Anita Malfatti, Tarsila do Amaral, Menotti Del Picchia, Oswald de Andrade e Mário de Andrade. O grupo foi responsável pelo referencial ideológico artístico da Semana de Arte Moderna de 1922, realizada no Teatro Municipal de São Paulo.

TempTempTemp
Publicidade

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Digite seu comentário!
Digite seu nome