Em Mogi das Cruzes, Vacinação contra a gripe prossegue até o final do mês em todos os postos de saúde da cidade

0
244
Campanha de Vacinação contra a Gripe
Foto: Guilherme Berti/PMMC
SB post

A Campanha de Vacinação da Gripe termina no dia 1º de junho e Mogi das Cruzes ainda precisa vacinar mais de 50 mil pessoas dos grupos prioritários indicados pelo Ministério da Saúde para cumprir a meta de 90%. Mais vulneráveis às doenças contagiosas e oscilações climáticas, as crianças estão com os menores índices de cobertura até o momento: 20%, em média.

Do início da vacinação até o momento, Mogi das Cruzes imunizou 48.223 pessoas, o que corresponde a 43,09%. Neste total, estão 1.813 crianças de 6 meses a menores de dois anos (19,36%); 3.499 crianças de 2 anos a menores de cinco anos (21%); 1.542 gestantes (32,93%), 330 puérperas (42,86%), 5.908 trabalhadores da saúde (54,49%), 26.593 idosos (65,33%) e 5.978 doentes crônicos (23,76%). Foram vacinados, ainda, 19 indígenas e 1.349 professores, além da população carcerária e funcionários do sistema prisional.

“Os índices de cobertura continuam abaixo do esperado. Precisamos ampliar nossa cobertura e garantir a proteção necessária aos públicos mais vulneráveis”, afirma o secretário municipal de Saúde, Téo Cusatis, lembrando que a vacina contra a gripe é muito tranquila e não motivos para adiar a proteção.

De um total de 26.022 crianças de seis meses a cinco anos incompletos estimadas para Mogi das Cruzes, por exemplo, apenas 5.312 já receberam a vacina. Com baixos índices de proteção também entre os idosos e portadores de doenças crônicas, aumenta os riscos de casos mais graves e complicações da gripe. No primeiro quadrimestre deste ano, foi confirmado um caso de Influenza (Síndrome Respiratória Aguda Grave) que exigiu a internação dos pacientes em Mogi das Cruzes, mas há registros da doença em diversas parte do país, inclusive com óbitos.

Quem faz parte dos grupos contemplados e ainda não foi imunizado deve procurar uma unidade de saúde de segunda a sexta-feira, das 8 às 16h30.  A dose disponibilizada neste ano garante proteção para os tipos mais graves da Influenza, que são os tipos H1N1, H3N2 e B.

A gripe é uma doença infecciosa, viral, contagiosa, e muitas vezes epidêmica, caracterizada por estado de abatimento geral e a presença de sintomas variados como febre, congestionamento nasal, dores de cabeça e de garganta. É transmitida principalmente por gotículas de saliva expelidas quando a pessoa contaminada tosse, espirra ou assoa o nariz.

Além da vacina, outras orientações para prevenir a gripe são: lavar frequentemente as mãos com água e sabão ou desinfetá-las com produtos à base de álcool; jogar fora os lenços descartáveis usados para cobrir a boca e o nariz, ao tossir ou espirrar; evitar aglomerações e contato com pessoas doentes; não levar as mãos aos olhos, boca ou nariz depois de ter tocado em objetos de uso coletivo; não compartilhar copos, talheres ou objetos de uso pessoal. Ficando doente, é importante procurar assistência médica e evitar a automedicação.

Conheça o portal de anúncios Será que Tem?

Publicidade

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Digite seu comentário!
Digite seu nome