Em oito meses, HMU de Guarulhos baixou a taxa de mortalidade da UTI em 60%

0
267
SB post
Em apenas oito meses, o Hospital Municipal de Urgências (HMU) baixou a taxa de mortalidade da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) em cerca de 60%. A média em 2016, na administração anterior, era de 50%, mas ao final de 2017, levando em consideração o período entre maio e dezembro, ficou abaixo de 20%. No mesmo período, a unidade aumentou em 50% a capacidade de atendimento.
O diretor-técnico do HMU, Abrão Elias Abdala, ressalta que foi importante agregar experiência na implementação das melhorias efetivadas, mas que o treinamento intensivo na unidade foi o principal responsável pela redução dos índices.
“Essa capacitação beneficia os pacientes de forma direta. Existe uma maior interação entre a equipe médica, pacientes e familiares. Isso proporciona uma recuperação maior de casos graves e causa uma maior rotatividade na UTI, o que beneficia quem espera por vagas”, disse.
Outro destaque diz respeito ao aumento de aproximadamente 20% nos atendimentos de urgência, que hoje ultrapassam 15 mil por mês.
O número de cirurgias realizadas também aumentou em 25%, sendo que um terço delas são de urgência (mais compatível com o perfil do hospital), além de uma redução da mortalidade de 3 para 0,5%.
Fotos: Fábio Nunes Teixeira e Sidnei Barros/PMG
Publicidade

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Digite seu comentário!
Digite seu nome