Palácios Reais

0
692
SB post

Oii gentee!!!

Os palácios reais refletem bem a riqueza dos seus países de origem, o poder de seus monarcas.

São um capítulo a parte nos passeios de turistas e moradores que vão conhecer um pouco da história local e se encantar com tanta beleza arquitetônica singular.

Siga com a leitura e se encante com os palácios reais mundo afora e sinta um pouco da monarquia dos países selecionados!!

Palácio Rio Negro (Brasil)

Foi na cidade de Petrópolis que o Barão do Rio Negro, Manoel Gomes de Carvalho construiu o seu palácio de verão em traços arquitetônicos eclético.

Mesmo com a proclamação da republica apenas três meses após a aquisição do palácio, ele não fora abandonado pelos governantes republicanos, passou a ser retiro oficial do presidente da república no verão.

Palácio de Charlottenburg (Alemanha)

É no povoado de Chartlotteburg que temos a chance de conhecer o homônimo que pertenceu ao Reino da Prússia entre os anos de 1701 e 1861.

Inicialmente foi concebido em estilo barroco italiano e com outro nome “Lietzenburg”, em 1740 sofreu alterações naarquitetura, adquirindo o estilo rococó, até finalizar o último estilo, o cerimonioso.

Hoje o palácio pertence a Fundação dos Palácios e Jardins Prussianos de Berlim-Brandemburgo, e está aberto a visitação.

Palácio Belvedere (Áustria)

Uma obra arquitetônica em estilo barroco, construída em 1716, na cidade de Viena, por Johann Lukas von Hildebrandt para o príncipe Eugénio de Saboia.

O palácio é dividido em duas partes: Belvedere Inferior e Beveldere Superior. Foi casa da monarquia austríaca e hoje é um lindo museu com invejável acervo de obras de artes. O passeio fica ainda melhor com os encantadores jardins em volta do palácio.

Alhambra (Espanha)

Alhambra (Castelo Vermelho em árabe), na cidade de Granada, na região de Andaluzia reflete toda a influência muçulmana e cultura mourisca por conta da Dinastia Nasrida e o Reino de Granada.

Somado ao palácio há a fortaleza, que juntas impressionam pela apresentação da arquitetura islâmica e estruturas cristãs do século XVI. Existe outro palácio em Alhambra, é o Palácio de Carlos V, construído no Império Romano Germânico (1527).

Alhambra pertence ao Patrimônio Mundial da UNESCO.

Palácio Imperial de Tóquio (Japão)

Localizado dentro do antigo castelo de Edo, o Palácio Imperial de Tóquio é residência oficial da Família Imperial do Japão.

Contrário a outros palácios, o Palácio Imperial de Tóquio não tem sua área interna aberta para o público constantemente. Apenas em dois momentos do ano (02 de Janeiro e 23 de Dezembro) é possível conhecer toda a grande área verde cercada por fossos e paredes de pedras maciças.

Palácio de Inverno (Rússia)

Aqui o palácio é utilizado em tempos gélidos, localizado em São Petersburgo, nas proximidades do Cais do Palácio e a Praça do Palácio, o Palácio de Inverno serviu de residência para os czares, ente os anos de 1732 a 1917.

A opulência na arquitetura não é para menos, o objetivo era refletir todo o poder e glória do império russo. E conseguiram, os aposentos são brilhantes, reluzentes e com muitos adornos dourados/ouro.

O museu anexo ao palácio também é de cair o queixo, são mais de 3 milhões (isso mesmo, milhões!!) de peças de artes dos mais renomados pintores e escultores de várias épocas e segmentos artísticos.

Gostaram?? Deixe nos comentários sua opinião sobre o post, vamos adorar saber!!

E não esqueça de “amar” o post ????

P.s.: As fotos foram retiradas da internet!

Beijos, Essayra RaisaSisters In Travel
Conteúdo fornecido pelo Blog Sisters In Travel
Conheça mais destinos:
Publicidade

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Digite seu comentário!
Digite seu nome