Tecnologia da mulher: app dá voz às mulheres nos relacionamentos

Aplicativo AdoteUmCara revoluciona nas paqueras virtuais ao empoderar as mulheres no processo. Elas que escolhem quando conversar e com quem, liberando, ou não, o contato. O primeiro passo é delas!

0
296
SB post

Para celebrar o mês das mulheres, o aplicativo francês de relacionamento « AdoteUmCara », que em 2017 alcançou a marca de 18,5 milhões de usuários ao redor do mundo, convocou 8 jovens (4 homens e 4 mulheres) para um experimento, denominado O Sonho Delas, onde os rapazes são convidados a descobrir os sonhos das mulheres a partir de perguntas sobre sua personalidade, carreira e rotinas. Os homens, por mais ponderados que fossem, não conseguiram dimensionar a sensibilidade e ambições das moças, que se mostraram profundas, sólidas e certas do que queriam para si. O experimento expôs ao expectador a situação atual das relações interpessoais e as dificuldades e estereótipos que as mulheres convivem no cotidiano.

“Nessa campanha, procuramos expor o que as mulheres de hoje em dia almejam para seus futuros. Estamos cansamos do clichê e queremos mostrar aos homens isso, criando uma reflexão masculina sobre o que se passa com as mulheres ao seu redor. O projeto foi arriscado, pois não sabíamos o que esperar do resultado, mas me senti pessoalmente inspirado com ele e com as respostas que obtivemos. Estamos no caminho certo ao apoiarmos e encorajarmos mulheres a sonharem grande”, afirma Alan Bento, diretor geral de comunicação do « AdoteUmCara ».

Tradicionalmente, os aplicativos e plataformas virtuais de relacionamento são uma vitrine para os homens. Tinder e Happn, dois dos mais famosos na área, focam no rosto e em uma supérflua descrição pessoal, direcionando a escolha muito mais pela aparência do que pela índole. O engessamento tradicional das relações de sedução colocam a mulher como passiva no flerte, objetificando-as como uma conquista. Já o « AdoteUmCara » inverte essa premissa, revolucionando essa prática ortodoxa e invertendo esse paradigma. Nele, a mulher dá o primeiro passo e define quem pode (ou não) entrar em contato com ela. Essa atitude fez com que o app fosse o mais baixado pelas mulheres da França e reconhecido como « Melhor Site de Relacionamento do Ano » pela Euro Dating Awards em 2016 e como « Site de Relacionamento mais Popular do Ano » pela MetrixLab.

Por conta de sua essência focada no empoderamento feminino, o « AdoteUmCara » migrou pelo mundo e chegou ao Brasil em 2013, se esforçando, por onde passa, para garantir um espaço livre de assédio e cheio de tranquilidade à mulher, deixando-a confortável para decidir com quem deseja falar através dos recursos exclusivos da plataforma. Nela, o homem não pode iniciar um diálogo a não ser que a mulher tenha o escolhido para tal. Com essa e outras aplicações personalizadas, as usuárias têm maior possibilidade de encontrar pessoas com quem têm maior afinidade, com gostos e estilos parecidos com os seus. Usando geolocalização, hashtags e comandos por voz (a Íris), a busca por novas amizades ou amores ficou ainda mais fácil.

 

Publicidade

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Digite seu comentário!
Digite seu nome