Descubra como o MND influencia a construção de redes de saneamento

O Método Não Destrutivo (MND) minimiza os impactos e permite o adequado empregos dos recursos públicos na construção de redes de saneamento.

0
269
Descubra como o MND influencia a construção de redes de saneamento
SB post

Para que se tenha qualidade de vida, um dos recursos que deve ser garantido à população é o saneamento básico, composto essencialmente pelo tratamento de água e esgoto, e a devida distribuição. Embora o meio ambiente disponha de água, uma série de recursos se faz necessária para que ela chegue às residências, indústrias e demais estabelecimentos que venham a utilizá-la, e posteriormente seja descartada. Para tanto, as redes de saneamento têm um importante papel. O método a ser utilizado para instalação também é determinante, e os avanços da atualidade já permitem um processo mais moderno e com menos impactos, otimizando tempo e dinheiro.

Deixar de proporcionar condições de saneamento básico pode interferir diretamente na saúde de todos aqueles que estejam submetidos a espaços em que o esgoto não tem a devida destinação, ou que a água não passou pelos tratamentos necessários. Nesses casos, os índices de doenças infecciosas tendem a aumentar constantemente. Mas, para abrir a torneira e receber água tratada, existe um longo caminho a ser percorrido. O processo pelo qual a água passa até chegar ao destino final se inicia com a coleta no manancial, para encaminhamento às estações de tratamento de água. Depois de realizado todos os procedimentos, ela vai para os reservatórios, para posterior destinação às tubulações de distribuição, que se encarregam de transportá-la até os pontos de consumo. Essas redes de saneamento, por sua vez, têm sido cada vez mais necessárias, devido ao aumento da população, e consequentemente, da necessidade de abastecimento em diferentes localidades.

Sobretudo, o saneamento básico vai além da coleta e do cuidado com a água. O tratamento do esgoto, a limpeza urbana, e o manejo de resíduos sólidos também fazem parte desse sistema. Na realidade, nada mais é do que um conjunto de soluções que têm por objetivo garantir condições de higiene e bem-estar aos moradores de determinada região. Para que isso seja colocado em prática, faz-se necessária uma grande infraestrutura, que requer altos investimentos por parte da administração municipal, estadual e federal. Pensar com cautela no emprego dos recursos públicos é necessário e um procedimento a ser adotado na construção de redes de saneamento, que minimiza os impactos e gastos, é o Método Não Destrutivo (MND).

Não possuir uma rede adequada de distribuição de água e esgoto já é uma situação bastante desconfortável para a população. Após definitivamente ser iniciada a instalação das redes de saneamento, minimizar as consequências que elas venham causar é de grande importância. Segundo a DRC , empresa especialista em construção de redes por MND , esse recurso é significativo na redução de impactos, pois com ele não são necessárias as valas, que poderiam aumentar o tempo de conclusão do serviço. “Além de retardar o acesso da população a um sistema de distribuição eficaz, para abrir valas é preciso cortar a pavimentação, fazendo uso de equipamentos que aumentam também o custo das obras”, explica.

Entre as vantagens da implantação de redes de saneamento está a conservação dos recursos naturais, a garantia de abastecimento de água tratada, o melhoramento do aspecto urbano, e o destino correto do esgoto. Para tanto, é preciso trabalhar com responsabilidade, com a menor quantidade de impactos possíveis, garantindo o perfeito funcionamento do sistema de abastecimento da população.

Website: https://www.drcnet.com.br/

Conheça o portal de anúncios Será que Tem?

Publicidade

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Digite seu comentário!
Digite seu nome