Bicicletas são a grande aposta para eficiência no transporte de carga pelo mundo

0
81
Bicicletas são a grande aposta para eficiência no transporte de carga pelo mundo
SB post

Especialista de empresa internacional de segurança dá orientações para o uso do veículo elétrico de duas rodas para entregas

No Brasil, o uso de bicicletas de carga está muito atrelado ao comércio, dado que elas são mais eficientes e possuem maior desempenho econômico.

O acionamento elétrico é, sem dúvida, uma chave fundamental para a logística sustentável das cidades. Bicicletas de carga com assistência de pedal elétrico com uma velocidade de até 25 km/h e uma potência contínua nominal de até 250 watts são legalmente consideradas bicicletas na Alemanha. Porém, a grande questão é se o veículo de duas rodas seria adequado, além do uso para lazer e ciclismo, para um trabalho de logística urbana e quais os parâmetros devem ser observados para seu funcionamento. De acordo com a Associação Alemã de Bicicletas (ZIV), cerca de 54.000 bicicletas de carga com assistência elétrica foram vendidas em 2019, um aumento excepcional de 40% em relação ao ano anterior.

O Plano Nacional de Ciclismo da Alemanha, iniciativa que o gabinete alemão planeja aprovar ainda este ano, vê a bicicleta como um importante meio de transporte para o tráfego urbano de carga e aponta para o considerável crescimento que o setor teve nos últimos anos. Afinal, tais veículos representam um aumento na competição no sistema de entregas, pois não são apenas os transportadores de Correios e pacotes que usam com cargas padrão de dimensões gerenciáveis e peso específico, é possível ter mercadorias específicas sendo transportadas através do recipiente certo, como amostras de sangue e medicamentos, flores, alimentos congelados e refeições sobre rodas.

No Brasil, o uso de bicicletas de carga está muito atrelado ao comércio, dado que elas são mais eficientes, não disputam vagas no estacionamento e possuem maior desempenho econômico que outros tipos de veículos. Além da utilização de bicicletas convencionais para o transporte de carga, as elétricas são uma forte aposta para a otimização do tempo de transporte, rentabilidade e praticidade. Segundo a Associação Brasileira do Setor de Bicicletas, o mercado está em ascensão no país, pois em 2020, as vendas alcançaram a marca 32.110 unidades, um crescimento de 28,4% em comparação com 2019, e a projeção para 2021 é que 39,5 mil unidades sejam produzidas e importadas.

Atualmente, as aplicações comerciais são responsáveis por uma parcela significativa do crescimento das bicicletas de carga. Um argumento sólido é, provavelmente, o custo do veículo – os valores totais de propriedade para bicicletas de carga são menores do que para veículos motorizados. Além disso, os passageiros não precisam de carteira de motorista, podem usar a ciclovia e, em muitos lugares, podem andar contra o trânsito em ruas de mão única. Porém, um ponto a ser destacado é que, movimentar um veículo totalmente carregado, pode ser um trabalho árduo para o motorista, afinal é necessário controlar a bicicleta, mesmo com a carga completa. Na prática, a posição, distribuição e proteção dos itens desempenham um papel importante no comportamento de direção das bicicletas de carga, já que uma carga útil pode ter um impacto na dinâmica de direção.

O especialista da DEKRA, empresa alemã líder em segurança e sustentabilidade, Luigi Ancona recomenda que os recém-chegados ao universo das bicicletas de cargas experimentem manobras de direção como curvas, frenagem e parada antes de sua primeira viagem oficial. “A proteção de carga também requer atenção, pois deve ser protegida de forma que não possa escorregar ou cair ao fazer curvas ou frear com força. A carga modelada na caixa pode contribuir para isso”, explica Luigi Ancona. A DEKRA, companhia internacional que está presente também no Brasil, fornece orientações para implementação de tecnologias para que as cidades estejam cada vez mais seguras, sustentáveis e interconectadas.

Website: https://dekra.com.br/blog/

Publicidade

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Digite seu comentário!
Digite seu nome