Exposição “Revelação e luz das formas do imaginário” é lançada em São Paulo

A mostra fica em cartaz até o dia 17 de junho no MAB-FAAP e a entrada é gratuita

0
251
Exposição “Revelação e luz das formas do imaginário” é lançada em São Paulo
SB post

“Revelação e luz das formas do imaginário” é o resultado da parceria do Instituto Olga Kos de Inclusão Cultural (IOK) com o artista plástico Carlos Araújo, que ministrou oficinas para crianças e jovens com e sem deficiência intelectual e em situação de vulnerabilidade social. A exposição fica disponível no MAB-FAAP até o dia 17 de junho e tem entrada gratuita.

A mostra tem curadoria de Silvana Gualda e Camilla Kury e revela como os participantes do projeto deixaram-se conduzir por imagens que se revelavam em manchas de tinta que foram aprimoradas, ou com finas camadas ou retirando aos poucos o pigmento dos suportes; técnica utilizada pelo artista Carlos Araújo. “As oficinas foram totalmente guiadas pelos participantes. A maneira que eu colocava eles entendiam na mesma hora. Eu fazia um gesto com o azul e vinte pessoas ao redor da tela falavam “ó!”, era lindo”, explica Carlos Araujo.

“Na arte não tem nada definido, você lida com sentimento, com o coração e com a razão também. Nesta exposição não há uma diferenciação entre a obra do artista e a obra dos jovens. Os participantes têm uma visão, um entendimento melhor do que a gente sobre a arte e o belo. Eu não vejo nenhuma dificuldade de mexer com as tintas, com a tela e com formas, você tem q mexer com o coração”, comenta Olga Kos, vice-presidente do IOK.

As oficinas ajudam no desenvolvimento das emoções e dos sentidos dos participantes do IOK, como conta Valéria Siqueira, mãe de Pedro Siqueira, “O Pedro no momento está sem fazer oficina, pois ele terminou há pouco tempo e notei que nesse período ele está com problemas emocionais, porque é na tela que ele expõe tudo o que ele sente, tudo o que está acontecendo com ele”.

A participação nas oficinas do IOK foi uma contrapartida para a edição de um livro sobre a obra do artista. “A arte e a sacralidade na arte”, escrito por Jacob Klintowitz, é o 24º volume da série “Resgatando Cultura” que tem o objetivo de resgatar o panorama artístico‐cultural do país, contribuindo para a democratização do acesso da sociedade aos bens artísticos nacionais. O livro foi lançado no mesmo dia e local da abertura da exposição e tem patrocínio da Biolab e do banco Bradesco, por meio da Lei de Incentivo à Cultura, além do apoio da FAAP.

Serviço – Exposição:

“Revelação e luz das formas do imaginário”

Data: de 07 a 17 de junho

Horário: segunda à sexta-feira das 10h às 19h, sábado, domingo e feriados, das 10h às 18h. Fechado às terças

Local: MAB-FAAP Rua Alagoas, 903 – Higienópolis

Entrada Gratuita

Website: http://www.institutoolgakos.org.br  

Conheça o portal de anúncios Será que Tem?

Publicidade

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Digite seu comentário!
Digite seu nome