Greve dos caminhoneiros – Prefeitura de Arujá decreta estado de emergência

0
287
Estado de Emergência em Arujá
SB post

O prefeito José Luiz Monteiro decretou nesta segunda-feira, dia 28, Estado de Emergência em Arujá. A medida foi tomada após reunião com o secretariado, em virtude das consequências da paralisação dos caminhoneiros que protestam contra a alta do preço do diesel. A greve, que já dura oito dias, impacta diversos setores e causa escassez de insumos no País.

Diante das circunstâncias, desde a última quinta-feira (24/05) a Prefeitura está racionando o combustível utilizado para abastecer a frota municipal. A prioridade é garantir o abastecimento dos veículos da Secretaria Municipal de Saúde, em especial dos que prestam atendimentos de urgência e emergência.
O Decreto 6.944 também requisita o estoque combustível de todos postos particulares de Arujá, caso a medida seja necessária para a prestação de serviços públicos. Desta forma, a comercialização nestes estabelecimentos está proibida enquanto o documento estiver vigente.
Além do Estado de Emergência, outras medidas foram tomadas pela administração nesta segunda-feira:
 
Saúde
As coletas de exames laboratoriais (sangue, urina, fezes e papanicolau) estão suspensas por tempo indeterminado.
Há suspensão também no transporte sanitário de pacientes que fazem tratamento em cidades distantes em que não há garantia de reabastecimento para o retorno a Arujá.
Os demais serviços seguem sendo realizados normalmente.

Educação

Cautelarmente, a Secretaria de Educação decidiu suspender as aulas nos dias 29 e 30 de maio (terça e quarta-feira). A decisão leva em conta as dificuldades no transporte escolar, o número reduzido de alunos registrado nas unidades nesta segunda-feira e os iminentes problemas de acesso dos servidores aos locais de trabalho.
Festa suspensa
 

Outra medida já anunciada pela administração municipal é a suspensão da programação do aniversário de Arujá, que teria início na próxima quarta-feira (30/05).

As atividades tanto na Praça Benedito Ferreira Franco (Coreto) quanto no Centro Residencial estão suspensas até que haja alguma previsão de normalização dos serviços.
Além de permitir que neste momento a gestão priorize a manutenção dos serviços de Saúde, a suspensão das festividades ocorre em função de dificuldades relacionadas a questões de logística, infraestrutura e segurança.
Limpeza pública
A operação normal do serviço de coleta de lixo está garantido até esta terça-feira, dia 29, quando será readequada. Já a limpeza pública sofrerá redução já a partir desta terça.

Transporte coletivo

A concessionária responsável pelas linhas municipais de transporte coletivo informa que a frota continua atuando com redução de 15% nos horários antes das 7 e após as 15 horas, considerados de pico.
Nas demais horas do dia o serviço é feito de acordo com a demanda de cada linha, sendo que algumas têm operado com o horário de sábado.
Informações
Todas demais as informações a respeito do impacto da greve nos serviços municipais podem ser obtidas no site oficial da Prefeitura www.aruja.sp.gov.br e na página da administração no Facebook.

Conheça o portal de anúncios Será que Tem?

Publicidade

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Digite seu comentário!
Digite seu nome