Programa Criança Feliz de Mogi das Cruzes serve de exemplo para outros municípios

0
290
SB post

A Secretaria Municipal de Assistência Social recebeu, na quinta-feira, dia 01/03, a visita da secretária municipal de Assistência Social de São José dos Campos, Edna Tralli, para a troca de informações sobre o Programa Criança Feliz, lançado no início do mês passado em Mogi das Cruzes. O município já iniciou as visitas às famílias nas regiões de Jundiapeba e Vila Nova União e está servindo de modelo para implantação do serviço no município do Vale do Paraíba.

O Programa Criança Feliz tem o objetivo de promover o desenvolvimento integral das crianças na primeira infância, ao considerar sua família e seu contexto de vida, por meio do acompanhamento às famílias realizado por visitadores e supervisores capacitados. Em Mogi das Cruzes, as visitas domiciliares são realizadas por 24 visitadores e, no total, o programa atenderá 700 famílias com gestantes, crianças de zero a três anos beneficiárias do Programa Bolsa Família e crianças de zero a seis anos incompletos beneficiários do Benefício de Prestação Continuada.

“Trata-se de um programa de extrema importância para o desenvolvimento da primeira infância, que certamente garantirá resultados positivos no futuro próximo”, afirma a secretária municipal de Assistência Social, Neusa Marialva, que recebeu a equipe de São José dos Campos ao lado da coordenadora do Programa Criança Feliz de Mogi das Cruzes, Milena Grieco, e da psicóloga Marina Alvarenga.

No Estado de São Paulo, 206 municípios participam do programa, que deve atender mais de 44 mil gestantes e crianças de 0 a 6 anos de idade, beneficiários do Benefício de Prestação Continuada da Assistência Social (BPC/LOAS). É uma iniciativa do Governo Federal, desenvolvida em parceria com o Estado de São Paulo e com os municípios. Para participar, é preciso dispor de CRAS – Centro de Referência da Assistência Social e ter estrutura física adequada para realizar as atividades propostas. O valor previsto é de R$ 65,00 por indivíduo atendido e o repasse do Governo Federal para Mogi das Cruzes será de R$ 34.600 mensais. Em contrapartida, o município precisa investir R$ 14.800,00 na contratação de supervisoras do programa.

Publicidade

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Digite seu comentário!
Digite seu nome