Secretaria de Saúde realiza Passeata #MosquitoNão em Guararema

0
94
SB post

Buscando a redução das arboviroses transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti, a Secretaria de Saúde realizará a II Passeata de Conscientização com o título #MosquitoNão. O evento acontecerá no dia 24 de novembro (sexta-feira), com saída às 18h30 do Parque de Lazer Professora Deoclésia de Almeida Mello. O trajeto percorrerá algumas ruas, avenidas centrais e bairros adjacentes da cidade e deve mobilizar parte da população.

A proposta é alertar sobre a necessidade de não descuidar com relação à água parada, pois a preocupação não é apenas pela dengue, mas sim, também com: Zika, Chikungunya e atual e preocupante Febre Amarela (urbana).

Moradores, autoridades, funcionários da Prefeitura e membros do Comitê Municipal de Combate às Arboviroses percorrerão os pontos, chamando a atenção para a causa. Para participar, a Secretaria de Saúde solicita o uso de camiseta branca ou amarela.

A passeata lança o cronograma de ações de combate ao mosquito, entre outras atividades realizadas:

• Mutirão de orientação contra a febre amarela nas áreas rurais, localizadas em borda de mata;

• Implantação da Brigada contra o Aedes em todos os prédios da municipalidade;

• Reuniões do Comitê de Combate às Arboviroses, onde participam os representantes da sociedade civil, profissionais da saúde, conselhos, entre outros;

• Bloqueios de criadouros;

• Visitas casa a casa;

• Avaliação de Densidade Larvária (ADL), que consiste num levantamento de índices de infestação;

• Distribuição de repelentes para gestantes;

• Realização de testes rápidos para dengue;

• Distribuição de preservativos para prevenção de DST, incluindo a Zika.

Para inovar as ações e aumentar a rapidez das informações, a Vigilância em Saúde providenciou a aquisição de tablets para a equipe de campo. Os dados informatizados são transmitidos em tempo real para o Sistema de Controle do Mosquito e auxiliam na implantação de um sistema informatizado para uso das Brigadas, onde é possível reportar os dados gerados nas vistorias para o nível central por meio de aplicativo de celular.

Publicidade

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Digite seu comentário!
Digite seu nome