Miami da arte e do desing

0
150
SB post

Uma nova Miami que atrai os brasileiros amantes da arte e design 

Miami alcançou fama de queridinha dos brasileiros pela sua proximidade com a terra do Mickey, Orlando, e principalmente por ter se tornado um verdadeiro oásis de consumo – próximo e acessível. Porém, uma nova Miami – aquela bem distante da rota de outlets e conhecida como apenas o destino dos snow birds, população do Norte dos estados Unidos a procura de um clima mais ameno – deve ser incluída em seu roteiro de viagem internacional de arte e design. Sim, arte e design.

Art-Basel-foto-01
A Miami das praias também atrai turistas durante a Art Basel

Acompanhando a tendência mundial dos últimos anos, a cidade tornou-se um organismo vivo e embalada pela esfervescência cultural e artística, impulsionada principalmente por eventos mundialmente importantes neste cenário, principalmente pela Art Basel Miami (instalada por lá em 2002) e Design Miami. A Art Basel Miami é a versão americana da feira originária de Basel, na Suíça, que apresenta obras de arte contemporâneas e modernas, além daquelas criadas pelos novos talentos de galerias das Américas do Norte e Latina, Europa, Ásia e África. Em paralelo, a Design Miami atrai uma grande comunidade de curadores, designers, colecionadores, críticos e galeristas com interesses que envolvem colecionar, exibir, criar e discutir peças de design art, ou seja, mais conceituais e colecionáveis. Além disso, há cerca de 20 outras feiras, a exemplo da Scope Art Fair e Untitled Art Fair.

Art-Basel-foto-02
Obra do artista brasileiro Ernesto Neto durante a Art Basel Miami 2017

Esses eventos e algumas outras mudanças no cenário mundial impulsionaram seus habitantes e visitantes ávidos em respirar, viver e integrar um novo lifestyle. Seguramente, sedentos consumidores de informação, arte e cultura. E assim Miami foi se reinventando e acomodando moradores e visitantes do mundo inteiro.

Art-Basel-foto-3
Corredores da feira Design Miami 2017, que ocorre em paralelo à Art Basel

Talvez a mais conhecida prova dessa mudança é a revitalização do bairro de Wynwood, região que mudou do status de abandonada para descolada na última década. Em 2009, o empresário americano do ramo imobiliário Tony Goldman, ao lado do artista e curador Jeffrey Deitch, criaram o Wynwood Walls, que coloriu e deu vida para as paredes de fábricas inoperantes e armazéns velhos com grafites e pinturas de cerca de 50 artistas de mais de 15 países. Durante a semana em que acontece a Art Basel Miami, artistas locais e mundiais fazem live painting em muros e galerias sob os olhos de turistas maravilhados e motivados com o clima descontraído e informal do local.

Art-Basel-foto-04
As ruas de Wynwood durante a semana da Art Basel 2017

Não muito longe dali, o Miami Design District, também inaugurado em 2009, tem um clima um pouco diferente, alguns tons acima no quesito sofisticação, com as grifes europeias e mundiais de moda e design ao lado de galerias de arte, bares e restaurantes. Lá também ocorrem eventos periódicos em torno da arte e do design. Durante a semana da Art Basel Miami, uma programação intensiva toma conta do Miami Design District, dentro e fora dos showrooms.

Art-Basel-foto-05Fachada da loja Fendi no Design District

Na região de Downtown, acaba de ser inaugurado o Brickell City Centre, um complexo de 450 mil metros quadrados que abrange torres comercial e residencial, hotel e shopping center, assinado pelo Arquitetonica Miami para a Swire Properties, uma das principais incorporadoras internacionais de imóveis urbanos do Sul da Flórida. Foi lá que aconteceu a primeira edição da Casa Cor Miami, com 20 ambientes, seis intervenções artísticas, em cerca de 2 mil m². A mostra foi até 18 de dezembro de 2017 e recebeu também os visitantes que vieram para a Art Basel Miami e Design Miami.

Art-Basel-foto-06O imponente Pérez Art Museum Miami, o PAMM

Entre os museus, destaque para o Museum Park, que abriga o Pérez Art Museum Miami, um dos mais importantes endereços atuais da arte moderna e contemporânea internacional dos séculos 20 e 21, sempre com alguma programação especial durante o período da Art Basel Miami. O espaço, assinado pelo escritório vencedor do prêmio Pritzker Herzog & de Meuron, tem como missão melhorar a qualidade de vida dos visitantes e moradores de Miami facilitando o engajamento com as artes visuais do nosso tempo. Perto dali, ainda no Museum Park, um parquet urbano com 30 acres com vista para a Biscane Bay, o recém-inaugurar Patricia and Phillip Frost Museum of Science, estruturado em torno de um aquário interior e exterior com ambientes terrestres e aquáticos.

Art-Basel-foto-07
Ambiente do arquiteto Roberto Migotto na primeira edição da Casa Cor Miami

E como não dá para falar de Miami sem citar Miami Beach, a região vem passando por uma transformação ainda preservando alguns traços característicos do seu estilo próprio, ainda considerado luxuoso por uns e cafonas por outros. Porém, todos concordam que o retrofit pelos quais passaram nos últimos anos – e ainda passam – os principais hoteis da Lincon Avenue e Ocean Drive deixaram Miami Beach mais jovem, convidativa e viva, embalada por festas, eventos e happenings – lotada de gente jovem e bronzeada, principalmente durante a época da Art Basel Miami, que acontece justamente no bairro.

Art-Basel-foto-08
Jardim de uns dos suntuosos hoteis de Miami Beach

Publicidade

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Digite seu comentário!
Digite seu nome