Mulheres estão mais suscetíveis a doenças oculares

Mulheres estão mais suscetíveis a doenças oculares

0
272
SB post

Para as mulheres, cuidar da saúde dos olhos é ainda mais importante. Estudos do Conselho Federal de Oftalmologia indicam que elas têm mais riscos de deficiência visual do que os homens. Dados da Organização Mundial da Saúde (OMS) mostram que duas a cada três pessoas cegas no mundo são mulheres. Um dos fatores que influenciam nesses números é que elas vivem mais e por isso estão mais propensas a ter problemas oculares. No Brasil, de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), as mulheres vivem, em média, quase sete anos a mais que os homens.

A oftalmologista do Visão Institutos Oftalmológicos de Brasília, Ana Paula Tupynambá, explica que as mudanças hormonais na menopausa provocam nas mulheres grandes alterações no organismo. As doenças oculares mais comuns nesta fase são: olho seco, catarata e Degeneração Macular Relacionada à Idade (DMRI). “É muito importante fazer consultas periódicas no oftalmologista depois dos 50 anos. Assim, é possível prevenir ou acompanhar algumas das alterações que podem ocorrer no olho”, afirma.

Essas mudanças hormonais podem alterar o filme lacrimal, causando a síndrome do olho seco. Os principais sintomas são a sensibilidade à luz, coceira e sensação de areia nos olhos. “O oftalmologista pode corrigir o problema e minimizar esses sintomas muito incômodos”, informa a Dra. Ana Paula. A médica explica ainda que as chances de a mulher desenvolver a catarata também aumentam durante a menopausa. Isso ocorre porque o organismo interrompe a circulação de estrogênio (hormônio feminino) alterando uma das camadas que formam o cristalino (lente natural do olho). “Mas vale lembrar que a catarata tem solução”, reforça a oftalmologista.

Já a Degeneração Macular Relacionada à Idade (DMRI) é uma doença caracterizada pela perda gradual da visão central em pessoas acima de 50 anos. Entre os fatores de risco estão a idade, o tabagismo e também a menopausa precoce. “Quem sofre de DMRI passa a ver a imagem distorcida, uma mancha no centro da visão e até mesmo a perda total da visão central. A DMRI é um problema crescente no Brasil. Temos cerca de 4 milhões de casos e 100 mil casos novos por ano”, finaliza a Dra. Ana Paula.

Visão Institutos Oftalmológicos
Há mais de 25 anos no Distrito Federal, o Visão Institutos Oftalmológicos é uma empresa tradicional e sólida que cresceu com a capital federal, tendo sempre em foco seus pilares de excelência, tecnologia e humanização do atendimento. Com mais de 60 oftalmologistas especializados para cobrir todas as áreas da oftalmologia: oftalmopediatria, cirurgia refrativa, oftalmoplástica, córnea, tratamento de catarata, glaucoma e outras doenças oculares, o Visão possui 8 unidades de atendimento: Asa Sul, Asa Norte, Guará, Ceilândia, Taguatinga Norte, Gama, QNJ e Samambaia Norte. Certificado pela ISO 9001/2015 para consultas, exames e cirurgias e em processo de acreditação pela ONA, o Visão conta com um programa de rastreamento e qualificação de fornecedores para garantir a segurança e a melhor experiência para o paciente.

Mais informações:
Assessoria de Imprensa
Imagem Corporativa
(61) 3542-1501

Website: http://www.visaoinstitutos.com.br/

Publicidade

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Digite seu comentário!
Digite seu nome