Motivos da alta dos valores dos combustíveis

As maiores influências na alta do valor dos combustíveis no Brasil são os aumentos do dólar e do petróleo.

0
287
SB post

O valor da gasolina nos postos do Brasil está subindo de forma gradativa e contínua, chegando a ultrapassar o preço de R$ 4,00, nos últimos dias. São vários os fatores que levam a este aumento de preço, mas as maiores influências vêm sendo o aumento do dólar e do petróleo.

Por causa disso, muitos consumidores se veem, cada vez mais, injustiçados, principalmente, os caminhoneiros, que vieram a se manifestar por meio de uma greve no começo da semana.

Muitos fatores indicam que a variação do preço tem origem no sistema de preços, do ano de 2016, na Petrobras, tal como sua crise econômica e política. Antigamente, as decisões do governo tinham controle sobre os preços dos combustíveis, sendo, muitas vezes, utilizados como forma de controlar a inflação, o que causou vários prejuízos para o caixa da empresa.

Nos últimos dias, com o grande período de reajuste no preço, o governo cogitou realizar novas ferramentas e mecanismos de corte e controle dos impostos. Embora a situação política do Brasil tenha influência nesta variação do preço da gasolina e do óleo diesel, este não é o único motivo.

Quer saber por que o valor do combustível subiu tanto? Acompanhe este texto.

A causa do aumento do preço

A Petrobras é uma empresa de capital aberto, cujo Brasil detém a maior parte das ações, tornando-a de caráter estatal. É uma empresa que baseia seu trabalho na exploração de combustíveis fósseis, como o petróleo, o gás natural e relacionados, além de produzir e refinar estes materiais e seus derivados. A crise dentro desta empresa acarreta simultaneamente a crise econômica no país, que teve intensidade no ano de 2015, e conduziu ao aumento da inflação e a crises em outros setores do Brasil.

Por ser uma grande companhia do mercado internacional, as oscilações econômicas dos países externos também influenciam alterações na economia e nos preços da Petrobras no Brasil. Isto é, a variação do valor do dólar e as alterações na cotação do petróleo fazem com que o preço dos combustíveis no país também sofra consequências, trazendo danos a todos os consumidores brasileiros de combustível.

A cotação do petróleo tem aumentado desde o meio do ano de 2017, cujo preço do barril está vindo a atingir cerca de US$ 80 dólares, que chegou a custar US$ 30 dólares há dois anos. Junto disso, o dólar também vem ficando mais caro, devido ao aumento dos juros nos EUA, de modo que aumenta a rentabilidade de ativos americanos, mas estimula a saída de dólares de mercados exteriores, como o do Brasil.

E é a partir destes dois fatores que se pode explicar o salto do preço da gasolina e do diesel. Antigamente, a gasolina saía das refinarias a partir de R$ 1,57, atualmente, este valor subiu para R$ 2,08. O mesmo valor para o diesel, que antigamente saía das refinarias a partir do valor de R$ 1,81 e hoje está R$ 2,37.

Já nos postos de abastecimento, os preços do litro da gasolina subiram de R$ 4,12 para, em média, R$ 4,50, enquanto o valor do litro do diesel subiu mais de 0,20 centavos, em todo o país. Segundo economistas, a gasolina ficou quase 30% mais cara que os reajustes diários de preços sugeridos pela Petrobras, no ano de 2017, ultrapassando a taxa de 40%, avaliando apenas o mês de maio. E as estatísticas indicam que é estimado que o preço continue subindo.

Dessa forma, a melhor solução a tomar, no momento, é o uso de fontes de energia alternativas, como o etanol. Além disso, a redução do uso de transportes privados, aderindo ao uso maior de transportes públicos, bicicletas ou demais alternativas, que além de auxiliarem na redução da poluição, podem também ajudar no bolso do consumidor.

Mais informações no site https://www.carrobonito.com.

Website: https://www.carrobonito.com/

Conheça o portal de anúncios Será que Tem?

Publicidade

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Digite seu comentário!
Digite seu nome