E-Commerce B2C ou E-Commerce B2B? Qual o mais lucrativo?

0
187
E-Commerce B2C ou E-Commerce B2B
SB post

Que o e-commerce está em alta não é novidade, mas você sabe as diferenças entre e-commerce B2C e B2B?

Ambas as modalidades estão em ascensão, além de estarem passando por grandes mudanças devido ao crescimento dos negócios digitais.

Bora aprender sobre estes dois imensos campos que dividem o e-commerce?

O que é e-Commerce B2C E B2B?

B2C e B2B são duas siglas que vem do inglês. O primeiro B de ambas quer dizer Business (negócio), e se refere ao empresário. Já a segunda letra pode variar entre B e C.

Como você já sabe, “B” = Business, portanto B2B significa “negócio para negócio”. Ou seja, empresas que têm como seu público alvo outras empresas. Nessa classificação estão os varejistas, distribuidores e fabricantes.

Já o “C” quer dizer “Commerce”. O sentido aqui pode não ser tão óbvio, então recomendo que você pense neste “C” como “cliente”. Assim, B2C é o modo de atuação de empresas que tem como público-alvo o consumidor.

Sabendo o significado de cada letra você não irá mais confundir!

Quais as diferenças práticas entre B2C E B2B?

Começando pelo B2C, você é dono de um e-commerce mais “óbvio”, digamos assim. Sua meta é atingir a consumidores diretos que se importam com preço, entrega, boas condições de pagamento, a credibilidade da loja, etc.

Neste modo de venda, a tomada de decisão de compra é muito rápida, pois os produtos têm um valor menor e são mais facilmente transportáveis. Para o vendedor, isto quer dizer que é possível se utilizar de estratégias psicológicas para incentivar o consumidor a comprar, pois ele é convencido mais facilmente.

Promoção, botões de “preço-off”, contadores de fim de promoção, promoções de datas festivas, frete grátis, etc. Estas são todas estratégias que entregam benefícios para o cliente, mas causam a sensação de urgência na compra, pois talvez amanhã estas condições não estejam mais ali.

Agora, sobre o B2B, o empresário é responsável pelo abastecimento do mercado. Ele deve fornecer produtos de grande lote para inúmeras lojas, que irão revender produtos. A decisão de compra é mais lenta e os fatores que mais beneficiam até são parecidos: condições de pagamento, entrega, etc.

No entanto, para o B2B, o mais importante de tudo é a segurança. Quem compra de um B2B não usará o produto para si: o comprador precisa de retorno financeiro. Por isso, além de boas entregas, o dono de um negócio B2B precisa oferecer uma consultoria para o comprador. Assim, ele ajuda o cliente a crescer, estabelece um relacionamento de longo prazo e garante que novos e novos pedidos voltarão.

Qual é mais lucrativo?

Tudo depende da capacidade do empresário. Se olharmos em números brutos, obviamente o faturamento do B2B é maior, pois este negócio lida com grandes pedidos, e em muitas vezes os produtos têm alto valor. Porém, o risco, o investimento e a qualificação para vender B2B são muito maiores.

Por isso, tudo depende da capacidade de investimento e gerenciamento do investidor. É possível fazer sucesso com ambos, e-commerce B2C ou B2B.

Como aumentar o volume de vendas?

Quando se pensa em e-commerce, não tem mistério: o seu site deve ser impecável. Sua marca deve ter uma identidade visual definida e seu site deve apresentar sua marca, propósito, missão, experiência, produtos e serviços com muita clareza. Assim, o comprador terá confiança em seu trabalho e entrará em contato.

Especialmente para B2C, o mercado está extremamente concorrido pois cada vez mais lançam novos e-commerces com nichos definidos e marcas que conquistam seu espaço. Ter um site impecável e uma apresentação digital voltada para atingir o público-alvo é essencial para se destacar.

Já no B2B, muitas empresas do mercado têm seu negócio estabelecido com base na região de onde podem entregar, e a competição por criar uma empresa capaz de fornecer e negociar com o Brasil inteiro não é tão alta. Isso significa que se você tem porte para fazer este investimento, o e-commerce B2B com uma boa otimização digital pode lhe tornar milionário da noite para o dia. Tome a PinDuoDuo como exemplo!

E-Commerce B2C ou E-Commerce B2B? Em qual investir?

Estude as possibilidades! Se você é capaz de conversar com consumidores e prefere atuar com estratégias de vendas para o consumidor (é convincente, sabe criar conteúdo digital e gosta de fazer a linha de frente na internet), o B2C parece mais apropriado.

Agora, você é capaz de fazer consultorias e explicar estratégias de vendas para outros vendedores? Foque em construir uma marca de credibilidade e maneiras eficientes de produzir ou distribuir o seu produto. Há muito espaço para crescimento digital nesta área.

Publicidade

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Digite seu comentário!
Digite seu nome