Ultrafiltração: entenda como o sistema permite a reutilização da água

Com grande eficácia, a máquina de ultrafiltração costuma ocupar áreas menores que as tradicionais e possuem um custo-benefício vantajoso.

0
128
SB post

A produção do setor alimentício é responsável por abastecer os lares de milhares de pessoas em todo o mundo. Atender toda essa demanda requer fabricação em grande escala, em que são necessários diferentes insumos. Não só para a composição do alimento, bem como para higienização, resfriamento e controle de temperatura, a água é fundamental dentro da indústria e precisa ser potável, de acordo com as exigências do Ministério da Saúde. Para torná-la apta para consumo, é preciso que ela passe por um processo de ultrafiltração, a fim de regular os padrões físico-químicos e microbiológicos, que deve ser realizado por meio de métodos e equipamentos específicos.

Como o uso é muito alto, as fábricas costumam reaproveitar a água, o que é natural e inclusive sustentável, mas torna o processo de eliminação de impurezas muito mais minucioso, e para tanto, a ultrafiltração é o recurso mais recomendado. É por meio dele que se realiza a concentração, diálise e purificação. O sistema utiliza membranas para separar as substâncias que estão em tamanho e natureza química diferentes, de modo a resultar em um líquido apropriado para reuso, atendendo às especificidades da Vigilância Sanitária, que objetiva assegurar o bem-estar do consumidor final. Nada mais é do que um intenso tratamento da água com alto padrão de qualidade, muitas vezes, até maiores do que os estabelecidos para transformá-la em potável.

Existem vários meios filtrantes disponíveis no mercado e o por membranas é um deles, aliás, muito conhecido e empregado, por conta da capacidade superior à de um filtro tradicional. As membranas de ultrafiltração, são as responsáveis por barrar partículas como bactérias, vírus, germes e moléculas orgânicas. Além do setor alimentício, esse processo também tem como finalidade fazer um pré-tratamento de sistemas de dessalinização de água do mar, por exemplo, sendo que a base dos procedimentos sempre é a reutilização.

Asstefil , especializada no desenvolvimento e comercialização de equipamentos para tratamento de água e filtragem, elaborou o sistema X-Line . Adequado para diferentes execuções no setor industrial, ele foi fabricado em conjunto com as membranas Aquaflex 64, Seaflex 64 e HFS60, e oferece a possibilidade de flexibilizar o design do equipamento, com redução da dimensão. “O conceito utiliza a tecnologia OptiFlow Cap incorporada no cabeçote. A tampa foi concebida para eliminar as formações de vórtices, resultando em uma queda de pressão limitada, e um suave fluxo descendente para as membranas”, explica a empresa, que também trabalha com o sistema de ultrafiltração HSD-440P , recomendado para o tratamento de água com baixa qualidade.

As vantagens de investir em um sistema de ultrafiltração são diversas. Com grande eficácia, a máquina costuma ocupar áreas menores que as tradicionais e possuem um custo-benefício vantajoso. Embora com preços altos de aquisição, o baixo custo de manutenção, não só do equipamento, como também da administração de produtos químicos para a adequada execução, o torna conveniente. Todo esse processo, contribui para que a água volte a se tornar apropriada para uso e manejo dentro da indústria, aumentando a capacidade de produção.

Website: https://www.asstefil.com.br/

Conheça o portal de anúncios Será que Tem?

Publicidade

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Digite seu comentário!
Digite seu nome