Iluminação residencial: saiba o que usar em cada ambiente

Especialista das redes TendTudo e Casa Show dá dicas para colocar em prática seu projeto de iluminação

0
186
SB post

Iluminação: está aí um assunto que rende muitas dúvidas na hora de comprar e colocar em prática um projeto luminotécnico em casa, que vão desde a escolha do material ao tipo de lâmpada que devem ser utilizadas em cada cômodo. Além disso, o mau uso da luz pode prejudicar não só a funcionalidade, como também o visual completo dos ambientes.

Segundo o gerente de produtos das redes TendTudo e Casa Show, Fabiano Wardil, a tonalidade da luz que a lâmpada emite no ambiente e sua disposição são pontos importantes que devem ser levado em consideração. “Escolher as luminárias corretas para cada ambiente é importante tanto para a decoração quanto para a correta distribuição da luminosidade pela casa. Ter uma iluminação residencial adequada é essencial para gerar a sensação de bem-estar e conforto em áreas íntimas ou dar o foco necessário a ambientes de serviço”, explica.

O especialista comenta que existem luminárias com inúmeros tipos de material – polipropileno, fibras naturais, tecido, vidro, ferro, e nos mais variados formatos. “Cada uma delas trará um efeito específico na decoração, por isso, quando for comprar, certifique-se de que gosta da maneira que ela emite a luz, que curte os desenhos e sombras que ela forma no espaço e a intensidade da iluminação”, ressalta.

Por exemplo, a iluminação do quarto deve ser aconchegante e intimista, proporcionando o clima de relaxamento necessário para o descanso. Deste modo, o mais indicado é investir em uma iluminação difusa e indireta. “Luminárias, abajures e spots estrategicamente posicionados são perfeitos para criar o efeito de iluminação indireta”, destaca Fabiano.

A sala normalmente é um espaço multifuncional, onde as pessoas se reúnem para conversar, assistir televisão, receber visitas. Por isso, a iluminação precisa ser versátil e adequada para todas as atividades. “O ideal é setorizar de modo a contemplar todas as funções deste cômodo. Use arandelas e abajures para criar um fluxo de luz lateral, mais difuso do que direcionado, que ajuda a trazer essa sensação de conforto e aposte em pontos de iluminação direcional para valorizar quadros e objetos específicos”, diz Wardil.

Já na cozinha, a iluminação precisa ser intensa e bem distribuída, sem causar sombras que possam prejudicar a visualização do ambiente. Platfons e spots distribuídos pelo teto oferecem uma boa luminosidade no ambiente.

O banheiro precisa de uma iluminação reconfortante, mas ao mesmo tempo, mais parecida possível com a luz natural, pois é nesse espaço que as pessoas costumam se maquiar, fazer a barba e cuidar da aparência. Como o espaço deste ambiente é menor, precisa de poucos pontos de luz. Em geral, um platfon de embutir é suficiente para iluminar o espaço. Spots próximos, posicionados preferencialmente ao redor do espelho, complementam a iluminação, preenchendo as sombras e fornecendo luz uniforme em todo o rosto.

O gerente de produtos das redes TendTudo e Casa Show ressalta ainda que para dar destaque a algum objeto específico, aos enfeites em uma prateleira ou estante, vale apostar nas seguintes soluções: fitas de Led, que são coladas no interior do móvel e distribui uniformemente a luz; spots embutidos no móvel, que cria uma iluminação mais pontual; abajures direcionados, que podem ser arandelas instaladas na parede, articuladas ou fixas, ou então um abajur com clip que é facilmente preso à prateleira.

Publicidade

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Digite seu comentário!
Digite seu nome